civitas international

twitter
youtube
telegram
civitas portugal - flyer

Rejeitemos a nova campanha de vacinação

2023-09-27 15:22

Array() no author 97525

Nota à Imprensa,

Rejeitemos a nova campanha de vacinação

Os portugueses serão compelidos a pagar, recorrendo-se aos seus impostos, uma «gratificação» por cada vacina administrada «contra» o COVID-19, conform

Os portugueses serão compelidos a pagar, recorrendo-se aos seus impostos, uma «gratificação» por cada vacina administrada «contra» o COVID-19, conforme é possível ler em portaria publicada ontem. Assim, as farmácias receberão 2,50€ por cada vacina aplicada e arrolada na Plataforma Nacional de Registo e Gestão da Vacinação – VACINAS. 
 

A campanha de vacinação terá início na próxima sexta-feira, dia 29 de Setembro, festa de S. Miguel Arcanjo, abrangendo a população com idade igual ou superior a 60 anos, destacando-se os residentes em lares e os seus funcionários, os doentes crónicos e os profissionais de saúde. Por um lado, acomete-se a população mais alquebrada, por outro, note-se bem, tenta-se amedrontar os profissionais a serem vacinados, até mesmo recorrendo a ameaças de desemprego e de outras represálias.


Arguindo proceder em prol da saúde pública, os promotores da vacinação, que não raras vezes e há bem pouco tempo defenderam que a mesma fosse obrigatória, são os que favorecem o despovoamento forçado e a imigração de substituição, são os partidários do aborto e das demais perversidades destinadas ao enfraquecimento da demografia, são os que enchem os bolsos da indústria farmacêutica em detrimento da população. É premente, pois, combater organizadamente estes profetas da desgraça e consciencializar quem nos rodeia, começando pelo nosso lar, para que se erga uma forte barreira em oposição às tentativas facínoras de aniquilamento da população portuguesa, usada como cobaia de um soro experimental deveras duvidoso. Rejeitar submeter os nossos parentes e concidadãos a esta farsa é um dever de consciência.
 

Nos próximos dias, na sua página electrónica, o movimento Civitas Portugal disponibilizará um estudo, da autoria do Reverendo Padre Joseph d’Avallon, OFMCap, com relação à questão moral das vacinas «contra» o COVID-19. Ocorre ler, informar-se e esclarecer os que nos são próximos. Nem mais um cêntimo público para a infame indústria farmacêutica!